Compartilhe

Essa é uma das perguntas que muita gente se faz quando decide procurar a estabilidade do serviço público. Será que é possível se dar bem estudando para concursos e trabalhando ao mesmo tempo? Será que posso ser competitivo dessa forma? Será que existe gente que consegue?

Para ficar mais claro vou trazer um personagem para você. Fique tranquilo! Não serão Caio, Tício e Mévio da FCC. Risos!

Vou te apresentar Ana.

Ana é uma mulher super dedicada à família, tem um filho de dois anos trabalha de carteira assinada há 7 anos, mas há muito tempo que está com a ideia fixa de estudar para tribunais federais como analista administrativo porque não vê muito futuro na atual empresa.

Logo no início do ano ela coloca na cabeça que tem que estudar para concurso para conquistar objetivos pessoais e dar uma vida mais confortável para família. Para isso, ela se planeja adequadamente, vai atrás dos melhores materiais, estuda a provável banca, se dedica dia e noite ao cronograma de estudos, abdica de momentos de lazer, pratica inúmeras questões por dia, revisa constantemente o conteúdo estudado. E ela não desiste de trabalhar, estudando cerca de 3 horas por dia.

Agora…imagine a personagem Bino

Bino é um cara legal, disposto, dedicado, formado há 3 anos em direito e advoga na empresa da família desde que se formou, mas que tem perfil mais aventureiro e sempre se interessou pela carreira de delegado de polícia.

Logo no início do ano ele coloca na cabeça que tem que estudar para concurso para conquistar objetivos pessoais e dar uma vida mais confortável para família. Para isso, ele se planeja adequadamente, vai atrás dos melhores materiais, estuda a provável banca, se dedica dia e noite ao cronograma de estudos, abdica de momentos de lazer, pratica inúmeras questões por dia, revisa constantemente o conteúdo estudado. E ele abandona o trabalho para se dedicar exclusivamente aos estudos.

Pergunta: qual dos dois vai passar no concurso? Ana que continuou trabalhando e estudando ou Bino que largou o trabalho para se dedicar exclusivamente?

Antes de dar a resposta, trago uma reflexão. Você sabe o motivo de um concurseiro de sucesso? O sucesso não está atrelado a estar exclusivamente dedicado aos estudos ou estar trabalhando e estudando ao mesmo tempo. Os objetivos são conquistados quando colocamos paixão e dedicação naquilo que fazemos.

Como vocês puderam perceber, Ana e Bino trilharam caminhos vitoriosos. Perceba no texto em itálico o porquê dos dois serem capazes de conquistar suas aprovações. Ficou claro qual é a resposta para a pergunta…

Resposta: os dois vão passar nos seus respectivos objetivos!

Eles são capazes não por causa da escolha de se dedicar exclusivamente ou de conciliar estudos com trabalho, mas sim porque se empenharam e tiveram disciplina acima de qualquer desculpa.

Eu sempre digo para os que me perguntam qual a fórmula para passar. Falo que quem descobre a fórmula é você, mas que é fundamental passar muito tempo “respirando” o ar do concurso almejado. Com o tempo as coisas acontecem de forma mais automática e aquilo que uma dia foi apenas uma idealização, de fato, se torna realidade. Ou seja, é à base de muito suor e lágrimas que se consegue chegar lá!

Existem pessoas que tem todo o tempo do mundo para estudar e batem na trave; enquanto outros que trabalham, estudam, fazem pós-graduação, e muitas outras coisas conseguem o cargo público. A diferença está na atitude.

Nesses 10 anos de mundo de concursos, convivi com centenas pessoas que conseguiram o almejado cargo público estudando e trabalhando ao mesmo tempo. E acredite: elas são extremamente realizadas e valorizam cada dia, porque a conquista fica muito mais saborosa!

 

Gostou do artigo? Comente aqui embaixo.

Bons estudos!

 

@prof.brunopimentel

[email protected]


Compartilhe
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *