Professor Bruno Marques

Imagine chegar no dia da prova do concurso do concurso do BRB (2022), organizado pela Banca Iades e ver que o tema cobrado na prova discursiva (redação) você já conhece e treinou?!

O sonho de todo candidato é chegar no dia da prova discursiva já sabendo qual será o tema que será cobrado.

Ainda mais em um concurso concorrido como o do BRB (2022), para o cargo de Escriturário, organizado pela Banca Iades.

Lembrando que a prova discursiva (redação) do concurso do BRB terá as seguintes características, segundo o edital:

  • 16.2 A prova discursiva terá o objetivo de avaliar, com base em proposta apresentada pela Banca Examinadora e relacionada aos conhecimentos constantes do conteúdo programático elencados no Anexo I, a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal culto da Língua Portuguesa.
  • 16.3 A prova discursiva receberá pontuação máxima igual a 10,00 (dez) pontos.

É claro que não é fácil acertar previamente qual será o tema cobrado na prova discursiva por qualquer banca, ainda mais a Banca Iades, que estava um pouco sumida dos concursos.

Contudo, com a experiência que temos e com um gigantesco banco de provas discursivas de concursos anteriores (mais de 16 mil temas), aumenta a chance de acertamos, como aconteceu no concurso de escrivão da PC/DF, dentre outros.

Então, sem delongas, vamos ver alguns temas de discursiva (redação) inéditos no estilo da Banca Iades, para o concurso do BRB para o cargo de Escriturário.

1º Tema

Texto I

“Art. 219. (…)

Parágrafo único. O Estado estimulará a formação e o fortalecimento da inovação nas empresas, bem como nos demais entes, públicos ou privados, a constituição e a manutenção de parques e polos tecnológicos e de demais ambientes promotores da inovação, a atuação dos inventores independentes e a criação, absorção, difusão e transferência de tecnologia.”

Constituição Federal de 1988

Texto II

No Autoatendimento Pessoa Física você tem acesso a todas as facilidades da sua conta, como saldos, extratos, pagamentos, transferências, cartão de crédito, investimentos, empréstimos, financiamentos, seguros, consultoria financeira e muito mais.

Confira tudo o que você pode fazer pelo Autoatendimento Pessoa Física do BB:

Consultar saldos e extratos da conta corrente, poupança e salário; Pagar contas, impostos e renegociar suas dívidas; Transferir dinheiro para outras contas, inclusive com integração Pix; Gerenciar seus cartões e faturas; Consultar os limites de seu cartão de crédito; Simular e contratar empréstimos e financiamentos pessoais, de automóveis e imobiliários; Investir em fundos, ações, CDB, LCI e LCA; Contratar e gerenciar seguros, consórcios, previdência e vários outros serviços; Acessar as soluções de segurança dos canais de autoatendimento; Acessar a Caixa Postal Privativa e Segura Falar com o BB e acessar nossas soluções de atendimento.

Disponível em: https://www.bb.com.br/pbb/pagina-inicial/voce/produtos-e-servicos/contas/facilidades/autoatendimento-bb-pela-internet/

Texto III

“Cuidar do que é valioso para as pessoas”.

Nosso propósito é estar próximo das pessoas e ajudar a preservar o que é importante para nossos clientes, acionistas, funcionários e toda a sociedade.

Nossos valores: ética, foco no cliente, inovação, eficiência, confiabilidade, sendo de dono e espírito público.

Nossa visão: ser a empresa que proporciona a melhor experiência para a vida das pessoas e promove o desenvolvimento da sociedade, de forma inovadora, eficiente e sustentável.

Disponível em: https://www.bb.com.br/pbb/pagina-inicial/sobre-nos/quem-somos/

A leitura dos textos acima revela que a questão da inovação tecnológica é papel das empresas, incluindo os bancos, bem como influencia o contato destes com os seus clientes. Tomando como ponto de partida essas reflexões, elabore um texto dissertativo-argumentativo, abordando o seguinte tema:

A importância da atuação do profissional bancário na difusão de inovações tecnológicas aos usuários/clientes.

Para ver o padrão de resposta e a proposta de resolução da redação, clique aqui!

2º Tema

Texto I

O modelo de funcionamento do sistema bancário está passando por mudanças rápidas nos últimos anos. Os avanços da tecnologia permitiram que as instituições financeiras adotassem métodos mais flexíveis e meios de funcionamento mais inovadores.

Esse é o caso, por exemplo, dos bancos digitais e das fintechs. Essas empresas contam com as vantagens de novas tecnologias para manter operações com foco em ambientes digitais e planos flexíveis.

Além disso, há a ideia do Open Banking, que está sendo aplicada em todas as instituições que buscam formas de criar serviços mais inovadores e eficazes.

https://blog.simply.com.br/open-banking-mercado-financeiro/

Texto II

Segundo o BC, com o objetivo de discutir um possível modelo a ser adotado no Brasil, foram realizadas, ao longo do segundo semestre de 2018, várias reuniões com entidades representativas de segmentos do mercado financeiro, inclusive as fintechs.

O setor de fintech está crescendo em ritmo acelerado no Brasil e no mundo. No país, a previsão é que este mercado supere o valor de R$ 75 bilhões em dez anos. Dentre as 100 fintechs mais inovadoras do mundo em 2016, três eram brasileiras.

Com resultado dessas discussões, ainda segundo o BC, identificou-se a oportunidade da Autarquia avançar na definição do modelo de Open Banking para o Brasil, estabelecendo os requisitos fundamentais para sua implementação.

https://www.bcb.gov.br/detalhenoticia/16733/nota

Considerando que os textos apresentados têm caráter meramente motivador, redija um texto dissertativo e (ou) descritivo com o seguinte tema:

Bancos na era digital: o desafio para implementação do open banking.

No seu texto, aborde necessariamente os seguintes aspectos:

1-O conceito de open banking e a diferença para o sistema bancário atual.

2-Os principais benefícios do open banking para o usuário.

3-Relacione, pelo menos, 2 desafios para a difusão do open banking no Brasil.

 

Para ver o padrão de resposta e a proposta de resolução da redação, clique aqui!

3º Tema

Texto I

Art. 42. Na cobrança de débitos, o consumidor inadimplente não será exposto a ridículo, nem será submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça.

Parágrafo único. O consumidor cobrado em quantia indevida tem direito à repetição do indébito, por valor igual ao dobro do que pagou em excesso, acrescido de correção monetária e juros legais, salvo hipótese de engano justificável.

Art. 43. O consumidor, sem prejuízo do disposto no art. 86, terá acesso às informações existentes em cadastros, fichas, registros e dados pessoais e de consumo arquivados sobre ele, bem como sobre as suas respectivas fontes.

§ 2° A abertura de cadastro, ficha, registro e dados pessoais e de consumo deverá ser comunicada por escrito ao consumidor, quando não solicitada por ele.

Código de Defesa do Consumidor – Lei nº8.078/1990Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8078.htm

Texto II

Como a forma de se comunicar e de trocar dados via internet muda (ou ganha uma nova ferramenta, ou novo modo de fazer) a todo instante, fica difícil regulamentar o que é permitido ou não de se fazer online. Um caso que se popularizou foi quando a Justiça brasileira tentou várias vezes bloquear o aplicativo de conversas WhatsApp, isso aconteceu no ano de 2016. A justificativa era que a empresa não teria liberado uma troca de mensagens que poderiam se tornar provas contra culpados de algum crime. Nessa onda, abre-se a discussão para a suposta “terra sem lei” em que, em muitos casos, se tornou a internet.

(Disponível em: https://prouniversidade.com.br/aulasonline/blog/7-assuntos-deatualidades-para-ficar-ligado-em-2018/)

Considerando que os textos apresentados têm caráter meramente motivador, redija um texto dissertativo e (ou) descritivo com o seguinte tema:

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NA INTERNET E DIREITO DO CONSUMIDOR

Para ver o padrão de resposta e a proposta de resolução da redação, clique aqui!

ERROS QUE OS CANDIDATOS MAIS COMETEM E QUE PODEM CUSTAR A APROVAÇÃO

A nota dos candidatos na prova objetiva costuma ser muito próxima uma das outras. Por isso, tirar uma nota boa na prova discursiva é o diferencial entre ser convocado ou não! Daí, surge a importância de se preparar bem!

Porém, muitos candidatos cometem alguns erros na estratégia de estudo e acabam por não serem aprovados no concurso. Os principais erros são os seguintes:

  1. Não praticam a redação, pois acham que já sabem escrever;
  2. Fazem as redações, mas não passam para ninguém corrigir, então cometem os mesmos erros em todos os textos; e/ou
  3. Acham que a redação de concurso é igual a redação do Enem, o que, definitivamente, não é.

Como já foi dito, a prova discursiva é a matéria com maior peso na nota final, logo, garantir uma boa pontuação garantirá uma melhor colocação no concurso. Inclusive, estar bem classificado no cadastro de reserva é essencial para ter chances de convocação no concurso da BRB. Então, não adianta ir super bem na prova objetiva e ir mal (ou ser eliminado) na prova discursiva.

O que de fato importa é ficar na lista de aprovados dentro das vagas independentemente da nota tirada em cada uma das matérias.

Nessa reta final, preparei um treinamento específico para o concurso: Curso de Redação para o BRB (2022) Banca Iades. Ele é composto por 12 temas de redação, voltados para o concurso do BRB, sendo que todos possuem uma proposta de resolução em texto ou em vídeo. Além disso, você poderá encaminhar até 3 (três) textos para correção individualizada.

Adquirindo o Curso de Redação BRB poderá praticar a redação e depois ver como eu responderia, aplicando a técnica de discursiva.

Importante frisar que a resolução tem por foco atender aos critérios que serão avaliados pela banca Iades: Tema/Text (TX), Argumentação (AR), Coesão e Coerência (CC) e Elaboração Crítica (EC).

Ir bem na prova discursiva não é uma escolha, é uma obrigação! Ela vai fazer a diferença na sua classificação final!

Bruno Marques.

Acompanhar
Notificar
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários