Professor Bruno Marques
Compartilhe

Fala galera, beleza?!

No dia 19/01/2020 (domingo), foram aplicadas as provas de Analista Judiciário e Técnico Judiciário para o Tribunal de Justiça do Pará (TJ/PA).

O concurso foi organizado pela Banca Cebraspe (Cespe) e o tema da prova aplicada no cargo de Analista Judiciário foi bem interessante e atual, então, vale ou não vale um artigo comentando a prova e o Padrão de Resposta? E quais as próximas etapas do concurso?

COMENTÁRIO SOBRE A PROVA DISCURSIVA TJ/PA (Cebraspe) E AS PRÓXIMAS ETAPAS!

Primeiramente, cabe destacar que o enunciado da prova seguiu a estrutura padrão das provas discursivas da banca Cespe/Cebraspe, contendo Texto Motivador, Comando da Questão (com o tema expresso) e Tópicos. Veja:

PARTE 1: TEXTO MOTIVADOR

O que o seu computador ou celular diz sobre você? Mesmo que a gente não perceba, o uso da Internet deixa pegadas e rastros no mundo virtual. Quando você acessa plataformas de jogos online, interage em redes sociais, usa aplicativos, compra em uma loja virtual, lê notícias ou se cadastra em um sistema, alguma empresa pode ter acesso a um dado seu. Quase todo clique ou movimento é passível de rastreamento. A maioria dos websites possuem cookies, pequenos arquivos que armazenam nossa informação cada vez que acessamos um site pela primeira vez — descarregados em nosso aparelho incluem rastreadores que servem para configurar um perfil nosso em função das buscas que fazemos. Já os aplicativos possuem opções de cadastro com redes sociais, que possuem dados pessoais armazenados. O mundo digital criou novas formas de comunicação e interação. Mas você tem cuidado com seus dados pessoais e costuma ler as políticas de privacidade das páginas e aplicativos que utiliza?

Carolina Cunha. Proteção de dados — a questão da privacidade dos cidadãos na Internet. Internet: (com adaptações).

O uso legal da Internet traz consigo a preocupação à obediência dos princípios básicos e interesses do consumidor, do cidadão, das empresas e do poder público, como a livre concorrência, a liberdade de expressão e a proteção da privacidade. O uso da Internet é considerado essencial ao exercício da cidadania e as leis são de obediência obrigatória por todos os usuários, inclusive por aqueles que a utilizam para a efetivação de seus interesses, sejam eles pessoais, sociais ou comerciais. Dessa forma, estejamos sempre conscientes: o mau uso da Internet, o desconhecimento das legislações específicas e o fato de permanecer alheio a tudo isso é estar evidentemente exposto aos prejuízos que podem advir do meio informático.

Lauren J.L. Teixeira Alves. O uso da Internet e a proteção dos dados pessoais. Internet: (com adaptações).

PARTE 2: COMANDO DA QUESTÃO

 Considerando que os textos anteriormente apresentados têm caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca do seguinte tema.

A SEGURANÇA DOS USUÁRIOS DA INTERNET DEPENDE TANTO DA LEGISLAÇÃO QUANTO DO CUIDADO INDIVIDUAL

PARTE 3: TÓPICOS

Ao elaborar seu texto, aborde os seguintes aspectos:

1 o contexto atual de uso cotidiano da Internet por milhões de usuários e de exposição de dados na rede; [valor: 11,50 pontos]

2 a necessidade de legislação relacionada à privacidade na Internet; [valor: 8,50 pontos]

3 a necessidade de os cidadãos usarem de modo consciente e seguro a Internet. [valor: 8,50 pontos]

Quanto ao tema, o Edital previa a exigência de um texto dissertativo de até 30 linhas sobre o tema de atualidades. Ainda segundo o Edital, em atualidades, poderia ser cobrado qualquer um dos assuntos a seguir:

ATUALIDADES (SOMENTE PARA A PROVA DISCURSIVA): 1 Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transportes, política, economia, SOCIEDADE, educação, saúde, cultura, TECNOLOGIA, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia, suas inter-relações e suas vinculações históricas.

Observe que a banca optou por abordar um tema que envolve tanta tecnologia como sociedade. Então, está dentro do que era esperado. Eu particularmente gostei muito dele!

Inclusive, havia gravado uma aula com temas quentes que abordava vários aspectos que eram úteis para responder aos tópicos desta prova:

E você, que você achou do TEMA? Deixa nos comentários!

Por outro lado, apesar do tema ter sido bem interessante, eu particularmente esperava mais do Padrão de Resposta.

Concursado ExplicandoO Padrão de Resposta é o documento em que a Banca insere a resposta esperada do candidato e distribui aos os examinadores para que utilizem como base para a correção da prova discursiva.

O Padrão de Resposta trouxe o seguinte:

“O candidato deverá ser capaz de expressar-se através da construção de um texto que discuta o tema através da exposição de ideias, fatos, informações, apresentando o contexto social contemporâneo, no qual milhões de pessoas usam a Internet para realizar tarefas contemporâneas de um espectro amplo, que vai desde o entretenimento e o consumo até o exercício da cidadania, através do uso de ferramentas digitais ligadas aos serviços públicos. Em contraste com esse uso exacerbado dos meios digitais de acesso a cultura, bens e serviços, espera-se que o candidato seja capaz de expor o quanto os usuários ficam vulneráveis pela exposição de seus dados pessoais na rede mundial de computadores.”

Em suma, essa exigência se mostra bem ampla, pois abarca desde o uso da internet para o entretenimento até o exercício da cidadania. Logo, em tese, praticamente todas as vertentes que envolvem a relação entre uso da internet e sociedade atendem ao Padrão de Resposta.

Porém, apesar da resposta esperada ser bem ampla, os Conceitos de correção divulgados no espelho são bem subjetivos e, a meu ver, pode prejudicar bastante a isonomia do concurso.

Concursado ExplicandoA divisão do critério de correção em “Conceitos” é uma particularidade da Banca Cebraspe.

Cada tópico do enunciado é um quesito avaliado e cada quesito possui “Conceitos” de correção. Para que entenda a lógica de Conceitos na prática, vamos pegar como exemplo o Tópico 1:

Tópico 1 (Quesito 2.1) o contexto atual de uso cotidiano da Internet por milhões de usuários e de exposição de dados na rede; [valor: 11,50 pontos]

Conceito 0 – O candidato não apresenta nenhuma contextualização relativa ao uso cotidiano da Internet por milhões de usuários e à exposição de dados na rede. (NOTA: ZERO)

Conceito 1 – O candidato apresenta apenas a contextualização relativa ao uso cotidiano da Internet por milhões de usuários ou apenas relativa à exposição de dados na rede. (NOTA: 3,83 pontos)

Conceito 2 – O candidato apresenta superficialmente a contextualização relativa ao uso cotidiano da Internet por milhões de usuários e à exposição de dados na rede. (NOTA: 7,67 pontos)

Conceito 3 – O candidato apresenta satisfatoriamente a contextualização relativa ao uso cotidiano da Internet por milhões de usuários e à exposição de dados na rede. (NOTA: 11,50 pontos)

Obs.: a banca ainda pode atribuir conceitos intermediários, quando a resposta não se enquadra em nenhum dos critérios definidos. Por exemplo, Conceito 1-2 = 9,59 pontos.

Veja que quanto maior o Conceito, maior a sua nota.

Ocorre que, ao utilizar termos como “apresenta satisfatoriamente”, a banca deixa uma margem significativa de subjetividade na correção. Ora, uma apresentação pode ser “satisfatória” para um examinador, e “insatisfatória” para outro. Não há como medir objetivamente o que é satisfatório em uma resposta.

Logo, é possível que redações com o mesmo nível de argumentação e conteúdo recebam notas diferentes, se corrigidas por examinadores diferentes.

Por isso, é bom ficar atento às próximas fases do concurso, para não ser prejudicado na correção e acabar ficando de fora da lista de aprovados.

PREPARAÇÃO PARA AS PRÓXIMAS FASES

Para o cargo de Analista Judiciário, o Edital prevê mais 3 fases que você pode melhorar a sua classificação até a homologação final do concurso, além da Avaliação de Títulos:

  • 1ª) Recurso contra o gabarito da prova objetiva;
  • 2ª) Recurso contra o padrão de resposta preliminar da prova discursiva.
  • 3ª) Recurso contra o resultado provisório da prova discursiva.

1ª) Recurso contra o gabarito da prova objetiva;

Para a fase de recurso contra o gabarito da prova objetiva, você terá dois dias úteis para interpor o seu pedido de anulação ou revisão do gabarito.

Sugiro que levante todas as questões que você errou e verifique se há alguma margem para recorrer ou anular. Apesar de ser trabalhoso, caso consiga anular ou reverter um gabarito em seu favor, além de você ganhar pontos, os outros candidatos perdem, e isso coloca você mais acima na lista de classificação.

2ª) Recurso contra o padrão de resposta preliminar da prova discursiva.

Como eu disse, a banca Cespe/Cebraspe adota um Padrão de Resposta como base para a correção das provas discursivas. Diferentemente das demais bancas examinadoras, ela libera esse Padrão para a interposição de recursos.

Assim, os candidatos podem sugerir modificações nos critérios de correção da Banca, a fim de tornar mais fidedigna a correção e garantir a isonomia.

Dica do ConcursadoEu aconselho meus alunos a interpor recursos contra o Padrão de Resposta Preliminar, com vistas a valorizar o que eles escreveram na prova. Se você trouxe uma informação importante, que responde ao que foi solicitado, e isso não está expresso no Padrão, entre com recurso e peça para que a informação seja inserida no Padrão. Assim, a sua redação passa a ter mais destaque, pois terá mais similaridade com a resposta esperada.

3ª) Recurso contra o resultado preliminar da prova discursiva.

Após a liberação desse resultado da prova discursiva, a banca concederá um prazo para que você apresente o seu recurso contra o resultado. É a fase em que você pode pedir para o examinador reavaliar a sua prova e pedir uma majoração.

Dica do ConcursadoTrabalho há mais de 8 anos com a elaboração de recursos e já vi muitas correções erradas da Banca Cespe/ Cebraspe. Algumas em benefício do candidato, mas várias em prejuízo dele. Não são raras as vezes em que a Banca concede uma nota ruim para o candidato, ele recorre, e a nota dele aumenta significativamente.

Se entrar na página de recursos do Você Concursado, verá a quantidade de candidatos que haviam sido prejudicados, mas graças ao nosso serviço de recurso conseguiram ganhar pontos e garantiram a tão merecida aprovação.

Por isso, sugiro que acompanhe o concurso até o final. As provas objetivas e discursivas são apenas as primeiras fases. Não menospreze os recursos. Eles fazem muita diferença e podem mudar tudo no final.

Caso precise de recurso para a prova discursiva, fiz um artigo explicando passo a passo de como elaborar o seu próprio recurso:

Qualquer dúvida, estou à disposição

Forte abraço

Professor Bruno Marques

 


Compartilhe
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *