Compartilhe

Pergunte para qualquer um na rua: “devemos usar a criatividade para passar em concursos?” A resposta esmagadora vai ser um sonoro NÃO.

E por que no imaginário popular a criatividade não combina com estudos para concursos? Bem, porque ainda faz parte do estereótipo na cabeça da maioria das pessoas que o concurseiro é aquele devorador de livros e repetidor de regrinhas. Risos!

Isso mesmo, senhores. Durmam com uma bronca dessas. Quem nunca foi menosprezado quando disse que estudava para concursos? Concurseiro para muita gente é aquela pessoa que é excelente em decorar fórmulas, incisos, parágrafos, artigos, mas é péssimo quando o assunto é pôr criatividade nas tarefas.

Pensamento antiquado esse! Diria até que é bem ultrapassado para o mundo em que vivemos…

Só quem estuda sabe que os estímulos do próprio dia a dia de estudos levam o concurseiro a ter diversas ideias de situações e soluções possíveis para os casos que ele mesmo vai criando/imaginando na cabeça. Isso já é o primeiro acionamento de como a criatividade pode ser colocada em prática.

Agora pense comigo: ser criativo é altamente desejável em qualquer empresa, certo? Ok! Sem dúvidas. Diante dos diversos exemplos de melhoria que podem ser implantados, ser criativo no serviço público é ainda mais desejável, certo? Mais do que certo! É isso que as bancas procuram: pessoas espertas e criativas.

É por essas e por outras que há muitos concurseiros buscando maneiras de estimular essa habilidade como forma de se diferenciar nos estudos e na vida pós-concurso.

Vou mostrar 3 comportamentos típicos de se observar em pessoas criativas e que podem ser aperfeiçoadas sem sombra de dúvidas nos estudos para concursos:

 

1º Pessoas criativas observam tudo e fazem associações

Pessoas criativas veem possibilidades por todas as partes. Para quem gosta de estimular a criatividade, tudo pode ser motivo para associação. Elas fazem links com os recursos mais variados para beneficiar de alguma forma um assunto ou tema mais difícil. Imagine usar esse potencial criativo para os estudos? Teve uma ocasião que eu precisava saber quais eram as comarcas de primeira e segunda instância de uma região. Até hoje eu sei a música que me faz lembrar quais são as comarcas. Quando você observa e faz associações o conteúdo “cola” na sua mente de longo prazo.

 

2º Pessoas criativas arriscam e seguem paixões

Pessoas criativas sabem exatamente o que as movem. Elas são líderes das próprias vontades e trabalham para trazer essa realidade cada vez mais perto do seu dia a dia. Não se espante em encontrar um quarto de estudos tomado por papeis coloridos e caderninhos cheios de anotações claras, pois a criatividade é o ato de criar algo a partir do nada. Essas são pessoas que se expõem publicamente e fazem aquelas apostas que os “normais” desistem na primeira barreira da imaginação. Essa não é uma tarefa para os tímidos. O tempo desperdiçado, a reputação abalada, o dinheiro investido é algo que os criativos não poupam.

 

3º Pessoas criativas sempre separam um tempo para refletir

Praticar a reflexão está intimamente ligado a melhorias na memória e na concentração. Já ouviu falar em ócio criativo? Pois é. Pessoas que colocam a criatividade nos pequenos gestos trabalham silenciosamente para que isso aconteça. Pessoas criativas entendem a importância de uma mente livre. Elas podem recorrer à meditação como uma ferramenta para atingir o estado de criatividade máxima de suas mentes. Não só isso, elas se dão o “trabalho” de refletir sobre o que está dando certo e o que está dando errado na sua preparação. Ao imaginar o estado futuro que querem, elas se livram de hábitos atuais que não estão contribuindo para o seu objetivo e passam a adotar com mais inteligência coisas que estão dando certo.

 

Percebeu quantas oportunidades como concurseiros criativos podem ser aproveitadas a seu favor? A neurociência forma um quadro que o uso da criatividade é mais comum do que se imagina. Como primeiro passo, basta entender como usar três esses comportamentos. Tenho certeza que você já dará um salto muito interessante para abrir a mente e pensar um pouco fora da caixinha.

E você? Como anda se preparando para o dia do certame? Sabe como sua criatividade pode ser potencializada daqui para frente?

Gostou do artigo? Leia também o conteúdo:  www.voceconcursado.com.br/blog/4-dicas-essenciais-na-preparacao-dos-concurseiros-de-alto-rendimento

Deixe seu comentário. Participe!

 

Bons estudos! Até a próxima.

Prof. Bruno Pimentel

@prof.brunopimentel

[email protected]


Compartilhe
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *