Professor Bruno Marques

Veja a análise da questão redação do concurso da TJDFT para o cargo de Técnico Judiciáro.

Inicialmente, o enunciado previa que:

Estamos assistindo a uma revolução tecnológica sem precedentes. Os descobrimentos ocorrem sem intervalos e facilitam progressos notáveis e com repercussões insuspeitadas até o ponto de modificar os atos sociais e, em consequência, a cultura. O acesso à informação, por exemplo, se está universalizando graças à Internet. As notícias se sucedem em uma velocidade vertiginosa, sem dar tempo de assimilá-las, causando mudanças radicais nos jornais impressos.

Redija um texto dissertativo-argumentativo, em linguagem culta, com número mínimo de 15 e máximo de 20 linhas, em que você faça uma análise e exponha suas opiniões sobre o seguinte tema: qual será o futuro do jornalismo? Como se modificarão os jornais impressos? Não se esqueça de apresentar argumentos convincentes em defesa de seus posicionamentos.

Critério de correção

A redação do concurso de Técnico do TJDFT (FGV) deveria ser redigida em até 20 linhas.

Além disso, para fins de correção da prova, será utilizado o seguinte espelho:

Além disso, nota total estabelecida pelos critérios descritos ainda será deduzido 0,5 ponto para cada linha completa não escrita, considerando o mínimo de linhas exigido (15 linhas), e deduzido 0,2 ponto para cada linha completa excedente ao máximo (20 linhas).

Assim, montamos uma proposta de resolução com a defesa pela troca do jornal impresso pelas mídias digitais.

Contudo, era possível defender que o jornal impresso não vai acabar, conforme estudo acerca do assunto:

https://bibliodigital.unijui.edu.br:8443/xmlui/handle/123456789/2262

Sugestão de Resolução

Rascunho Eficiente

Assunto: Jornalismo e Tecnologia.

Tema: Qual o futuro do jornalismo? Como se modificarão os jornais impressos?

Tese: As novas tecnologias proporcionarão uma mudança significativa na forma em que o jornalismo irá atuar.

Tópico 1: Qual o futuro do jornalismo? Irão se adaptar ao fluxo contínuo e diversificado de notícias

Tópico 2: Como se modificarão os jornais impressos? Os jornais impressos serão trocados pelos meios virtuais.

 

Proposta de Resolução

Ao refletir sobre o futuro do jornalismo e, consequentemente, dos jornais impressos na sociedade atual, é preciso perceber que as contínuas inovações tecnológicas irão alterar a forma com o jornalismo irá atuar.

Preliminarmente, devido à junção entre o fluxo contínuo e diversificado de notícias e a crescente popularização da internet, o futuro do jornalismo irá mudar. De acordo com especialistas, a velocidade com que as notícias circulam tem aumentado vertiginosamente. Tal fato obriga os jornalistas a trabalharem com ainda mais rapidez e eficiência, para levarem, em primeira mão, informações aos seus leitores e, assim, contribuírem na ampliação da visão de mundo daqueles que consomem os conteúdos jornalísticos. Além disso, no futuro, o jornalista deverá, ainda mais, combater as “fakes news”, consequência do grande alcance das notícias, a fim de eliminar esse tipo de desinformação.

Nesse contexto, observa-se que a troca de jornais impressos pelos digitais são cada vez mais frequentes. Conforme se depreende do próprio cotidiano, as ferramentas de comunicação, como “smartphones”, “tablets” e computadores, estão cada vez mais acessíveis, o que torna a disseminação do conteúdo jornalístico mais amplo. Ademais, a versão digital permite uma gama variada de notícias e estão à distância de um clique dos usuários, o que torna o processo de informação tempestivo. Contudo, apesar da migração para o digital, observa-se que os principais jornais mantiveram a diagramação das “páginas” virtuais bem semelhante a do jornal impresso, com destaques em manchetes mais relevantes e divisão das notícias por área de interesse (política, cidade etc.).

Portanto, é possível perceber que, em razão da alta velocidade de circulação de informações pela internet, o jornalismo tem sofrido alterações significativas, tanto na forma como é feito quanto nos meios que utiliza para veicular notícias ao público.

Obs.: A redação foi transcrita em 20 linhas. Para tal, foi necessário o uso de uma letra pequena e a otimização dos espaços.

Impressões

Deixe nos comentários o que você achou do tema da redação do concurso de Técnico do TJDFT (FGV) e quais os pontos também poderiam ser abordados, que não tratamos na nossa proposta de resolução.

Comente também os pontos que você pecou na sua prova e qual foi a maior dificuldade que sentiu em relação a redação.

Próxima Fase – Recurso

O recurso contra a correção da redação é uma importante fase do concurso.

A correção é realizada por pessoas e todos nos podemos errar em algum momento.

Dessa forma, pode ocorrer do examinador errar na sua correção, penalizando de forma demasiada o seu texto.

Assim, essa fase não deve ser menosprezada ou esquecida pelos candidatos.

Contudo, uma dúvida muito frequente é se a nota pode ser reduzida com o recurso.

Para isso, disponibilizo o link abaixo no qual explico certinho se isso pode ocorrer ou não.

 

Acompanhar
Notificar
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários