Professor Bruno Marques
Compartilhe

COMO ESTUDAR ATUALIDADES PARA A PROVA DISCURSIVA?

Essa é uma dúvida muito comum e realmente pode fazer toda a diferença no concurso. Então, decidi compartilhar contigo o que penso sobre estudar Atualidades para a prova discursiva.

Primeiramente, é preciso destacar que há duas situações bem diferentes que ocorrem em concurso:

  1. Concursos que cobram atualidades na prova objetiva e discursiva;
  2. Concursos que cobram atualidades apenas na prova discursiva.

Apesar de ter a minha opinião sobre o estudo de Atualidades para a prova objetiva, nesse artigo o meu foco será em abordar o estudo de Atualidades apenas para a prova discursiva, com foco na  Banca Cespe/Cebraspe. Então, o objetivo desse artigo é responder à seguinte pergunta:

Qual a melhor estratégia para estudar Atualidades para a prova discursiva do Cespe/Cebraspe?

Diferentemente dos demais temas da prova objetiva, os quais devem ser estudados com mais tempo, defendo que o estudo de atualidades tem que ser pontual e estratégico.

Professor, o que você quer dizer com ser direto e estratégico?

Explico!

Sabemos que o rol de conteúdos que pode ser cobrado em atualidades é muito grande. Só em tecnologia, por exemplo, existe um mundo de assuntos passíveis de cobrança (inovações tecnológicas na administração, internet, redes sociais, robótica, sistemas inteligentes, uso de dados pessoais, relacionamentos digitais etc.). Então, acertar o tema exato que será cobrado é quase tão difícil quanto ganhar na loteria.

Pegando o assunto tecnologia como exemplo, eu te pergunto: Qual as informações a respeito de tecnologia que você poderia aproveitar para vários dos temas específicos? Nesse caso, o melhor seria não estudar os temas mais específicos, mas sim o assunto macro, com informações que podem ser úteis para vários temas específicos.

Para tecnologia, eu apresento alguns exemplos de assuntos macro:

Conceito de tecnologia: em regra, por ser conceituada como estudo geral sobre técnicas/ofícios ou domínios da atividade humana. O processo tecnológico é exponencial e tende a ocorrer cada vez mais rápido, haja visto o uso da própria tecnologia para a descoberta de inovações tecnológicas.

Vantagens da tecnologia: atender e auxiliar o ser humano nas suas diversas atividades diárias. Exemplos: internet das coisas (loT), aplicativos (relacionamento, comida, transporte, lazer etc.), biotecnologia, processos industriais, gestão da informação, entre outros.

Desvantagens da tecnologia: dilemas éticos e morais relacionados ao uso das ferramentas tecnológicas e a privacidade, a substituição de mão de obra humana, os relacionamentos líquidos (Zigmaunt Bauman), as prática de crimes etc.

Relação da tecnologia com o setor público: A tecnologia pode conferir mais transparência e gestão da informação na Administração Pública, auxiliando no controle social; melhorar os processos burocráticos; integrar e otimizar a prestação dos serviços públicos; garantir mais instrumentos de segurança pública; aproximar o gestor público do cidadão; entre outros. Contudo, para isso, é preciso superar alguns desafio, como a mudança da cultura patrimonial e burocrática, a contratação de mão de obra qualificada, os processos de licitação e contratação e  as leis e normas ultrapassadas.

ISTO É SER DIRETO E ESTRATÉGICO: estudar o assunto, mas com conteúdos que podem ser úteis para diversos temas relacionados àquele assunto.

Assim minha primeira dica é:

1- Faça uma lista para os assuntos descritos no edital com as seguintes informações: Conceito, Vantagens, Desvantagens e Relação com o setor público.

Bruno, você acha que eu devo assistir a jornais e/ou acompanhar algum site de notícias?

De forma bem direta, a resposta é NÃO!

Ao analisar o histórico de discursivas da banca Cebraspe, é possível verificar que os temas não são tão atuais, mas sim contemporâneos. Isso quer dizer que os examinadores escolhem os assuntos que impactam a sociedade ao longo de um grande período (redes sociais, desenvolvimento sustentável, imigrações, terrorismo). Observe que todos esses temas são atuais, mas não são necessariamente fatos que aconteceram nos últimos meses.

Além disso, os jornais e os sites de notícias tendem a publicar os acontecimentos mais recentes (dos últimos dias). Contudo, para concurso, temos que considerar que os assuntos cobrados em provas estão relacionados aos fatos e às regras que aconteceram antes da publicação do Edital. Logo, os acontecimentos da publicação do Edital até o dia da prova não serão cobrados, isto é, 99% das notícias que estão sendo veiculadas em jornais e sites de notícias não estarão na sua prova, pois aconteceram após a publicação do Edital.

Digo tudo isso para chegar à seguinte conclusão: não acho que você deva ler revistas ou assistir a jornais até o dia da prova. Primeiro, pois você perderia muito tempo (30min a 1h por dia)  e, segundo, o estudo seria pouco efetivo.

Assim, segue a minha segunda dica de estudo:

2- Não perca tempo assistindo a jornais e lendo sites de notícias.

Por fim, assim como na prova objetiva, você deve procurar estudar como é o histórico de questões da Banca.

Responda-me com sinceridade: quais as chances de um candidato ser aprovado na prova objetiva da Banca Cespe/Cebraspe sem fazer questões de provas anteriores? A resposta é: quase nenhuma, certo?

Pois bem, para a prova discursiva é bem semelhante. É preciso que resolva provas anteriores, para entender como a Banca gosta de cobrar os assuntos e quais as estratégias para conseguir a maior nota.

Professor, qual a melhor maneira de responder provas discursivas anteriores da Banca Cespe/Cebraspe?

  1. Primeiro, você escolhe um tema de atualidades para treinar.
  2. Antes ou após a resolução do tema, você deve ler algumas informações sobre o tema na internet, para se aprofundar. (Por exemplo, escolheria um tema e buscaria artigos que falam sobre eles: inovações sustentáveis, principais ações da ONU relacionadas à meio ambiente, discussão acerca da migração e acolhimento aos refugiados, relação entre internet-privacidade-comportamento humano, combate aos crimes digitais, cyberbulling etc.)
  3. Depois de elaborar a redação, procure o Padrão de Resposta definitivo no site da banca e verifique qual foi a resposta esperada pelo examinador naquele concurso. (Nesse sentido, já te adianto que a Banca costuma gostar do posicionamento mais “à esquerda”, como os sites CartaCapital e Brasil de Fato. Ademais, para os temas de segurança pública, pode ler o AbordagemPolicial. Esse é só um Caminho. Vários dos temas motivadores usados pela banca em provas discursivas foram extraídos do G1, Uol e Globo etc.)
  4. Se possível, repasse a sua redação para que um professor que conhece a Banca Cespe/Cebraspe corrija, para que não repita o mesmo erro em várias provas.

Então, veja que a estratégia é pegar um tema de prova e se aprofundar sobre ele para escrever a redação. Nada de ficar só lendo assuntos, sem o objetivo de escrever sobre ele, pois não será muito eficiente. Além disso, deve ver qual o poscionamento da Banca a respeito daquele tema, por isso, a leitura do Padrão de Resposta é tão importante.

Caso não queria perder tempo tendo que procurar provas anteriores, padrões de respostas e professores para corrigir com base nos critérios da Banca Cespe/Cebraspe, convido você a conhecer os meus treinamentos de discursivas. Eles foram criados com todas as ferramentas para você gabaritar a prova discursiva e ainda ganhar tempo de estudo para a prova objetiva.

Assim, apresento a terceira dica de como se prepara para a prova discursiva de Atualidades da Banca Cespe/Cebraspe:

3- Estudar os temas estratégicos exigidos em provas anteriores junto com os padrões de resposta.

Utilizando as 3 dicas desse artigo, tenho certeza que terá economizado bastante tempo e chegará bem preparado para a prova.

Logicamente, existem outras estratégias que podem, não só fazer você ser aprovado, mas sim tirar a nota máxima.

Uma delas eu ensino no vídeo abaixo:

 

E aí? O que acha dessa estratégia?

Qualquer dúvida, estou à disposição.


Compartilhe
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *