Professor Bruno Marques

Imagine chegar no dia da prova do concurso de Técnico Judiciário do TJ/TO, organizado pela Banca FGV e ver que o tema cobrado na redação você já conhece e treinou?!

O sonho de todo candidato é chegar no dia da prova de redação já sabendo qual será o tema que será cobrado.

Ainda mais em um concurso concorrido como o de Técnico Judiciário do TJ/TO, organizado pela Banca FGV.

Lembrando que a redação do concurso de Técnico Judiciário do TJ/TO terá que ser elaborada em no máximo 20 linhas, algo novo para muitos candidatos.

É claro que não é fácil acertar previamente qual será o tema cobrado na prova discursiva por qualquer banca, ainda mais a Banca FGV.

Contudo, com a experiência que temos e com um gigantesco banco de provas discursivas de concursos anteriores (mais de 16 mil temas), aumenta a chance de acertamos, como aconteceu no concurso de escrivão da PC/DF, dentre outros.

Então, sem delongas, vamos ver alguns temas de redação inéditos no estilo da Banca FGV, para o concurso de Técnico Judiciário do TJ/TO.

1º Tema

As notícias falsas divulgadas pela internet (fake news) foram tema da palestra do o professor Walter Capanema, coordenador-geral dos cursos de Direito Eletrônico da Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj), nesta quarta-feira, dia 14, no auditório desembargador Roberto Leite Ventura. […]

O professor mostrou fotos manipuladas por aplicativos e imagens falsas, como uma rachadura na ponte Rio-Niterói. Capanema alertou que provocar alarme produzindo pânico está previsto no artigo 41 da lei das Contravenções Penais.

“Se a pessoa cria um perigo, manda uma mensagem que provoca alarme, ela pode ser conduzida ao juizado especial, possivelmente vai ser processada e pode responder pelo artigo 41 da Lei das Contravenções Penais”, alertou Walter Capanema.

Capanema destacou ainda que as fake news podem levar o autor a responder por questões de responsabilidade civil, calúnia, injúria, difamação e até incitação ao homicídio, como o caso que aconteceu em 2014, no Guarujá, no litoral paulista, com a dona de casa Fabiane Maria de Jesus, espancada até a morte por moradores da cidade, depois da divulgação de boatos de envolvimento em rituais de magia negra com crianças.

Disponível em: https://tj-rj.jusbrasil.com.br/noticias/469196219/encontro-de-especialistas-na-emerj-debate-fake-news Acesso em 26 outubro 2017

Considerando que o texto acima tem caráter unicamente motivador, redija uma redação sobre:

O PAPEL DA IMPRENSA E DO ESTADO NO COMBATE ÀS NOTÍCIAS FALSAS

Para ver o padrão de resposta e a proposta de resolução da redação, clique aqui!

2º Tema

O TJDFT economizou R$ 24.924.969,69, entre março a dezembro de 2020, tendo em vista o regime de teletrabalho extraordinário adotado durante a pandemia do novo coronavírus.

Os dados são monitorados pelo PLS – Plano de Logística Sustentável do Tribunal, que visa o alinhamento dos consumos e gastos à real necessidade do órgão e a alocação racional e eficaz dos recursos, tendo em vista o alcance dos objetivos estratégicos do TJDFT.

Sobre os resultados alcançados, há que se ressaltar que a redução dos gastos nesse período, em especial no que tange ao contrato de estagiários – que apresentou o maior impacto, entre os itens considerados – não decorreu de corte de postos ou dispensa desses colaboradores e sim das dificuldades encontradas por alunos e instituições educacionais quanto à adoção das medidas cabíveis para finalizar as contratações.

https://www.tjdft.jus.br/institucional/imprensa/noticias/2021/marco/tjdft-economiza-quase-r-25-milhoes-com-teletrabalho-em-2020

Diante esse cenário, tendo como base os textos motivadores, elabore um texto dissertativo-argumentativo sobre:

OS IMPACTOS DA PANDEMIA DA COVID-19 NAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS E OS DESAFIOS DO “HOME OFFICE”.

Para ver o enunciado completo da questão, o padrão de resposta e a proposta de resolução da redação, clique aqui!

3º Tema

Muita gente vê como opção compulsória a decisão entre “julgar com a cabeça” e “julgar com o coração”. Nesses termos, razão e sentimento tornam-se incompatíveis. O homem deveria reconhecer e homenagear sua complexidade, jamais admitindo essa drástica separação, pela qual tanto o sentimento como a razão saem diminuídos.

Levando em conta o que afirma esse texto, cria-se a seguinte reflexão:
Quem julga sem equilibrar lucidez e sensibilidade alcança a justiça?
]Nesse sentido, redija um texto dissertativo-argumentativo, com no mínimo 15 (quinze) e no máximo 20 (vinte) linhas, em língua padrão, fundamentando o seu ponto de vista.

Para ver o enunciado completo da questão, o padrão de resposta e a proposta de resolução da redação, clique aqui!

Gostou dos temas de redação inéditos elaborados no estilo da Banca FGV?

Quer ver mais temas de redação especialmente selecionados para o concurso de Técnico Judiciário do TJ/GO – Banca FGV?

Então acesse a seleção de Temas Quentes para esse concurso!

TEMAS QUENTES – Tribunal de Justiça do Estado de Tocantins (TJ/TO) – Técnico Judiciário

Deixe seu comentário se você gostou dos temas de redação e comente também qual outro tema de redação que você acha que tem chance de ser cobrado na prova do concurso de Técnico Judiciário do TJ/TO – Banca FGV.

Se você quer mandar bem na prova de redação, matricule-se no Curso de Redação para o concurso de Técnico Judiciário do TJ/TO – Banca FGV.

Acompanhar
Notificar
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários